Obra do poeta cabo-verdiano Arménio Vieira celebrada no Festival de Poesia do Mindelo

A obra do poeta Arménio Vieira, o primeiro cabo-verdiano a receber o Prémio Camões, vai ser celebrada durante o Festival Internacional de Poesia do Mindelo 2019 -- Txon-Poesia, que começa quinta-feira na ilha de São Vicente, em Cabo Verde.

0

Esta “festa da palavra”, como a define a Associação Txon-Poesia, que promove o evento, pretende ser um “espaço privilegiado de convívio e partilha de poesia, numa perspetiva transdisciplinar, intercultural e de participação”.

Para tal, ocorrerão lançamentos e vendas de livros, conversas, performances, concertos, exposições, oficinas e cinema, entre outras atividades.

O objetivo desta festa é fortalecer os laços que unem os participantes às comunidades e mundo contemporâneo através de “atividades que expõem a ligação da palavra com as demais áreas artísticas, integrando a língua crioula, portuguesa e galega numa troca intercultural”.

Esta edição do festival vai celebrar a palavra e a obra de Arménio Vieira, escritor “fundamental da literatura em Cabo Verde” e o primeiro cabo-verdiano a receber o Prémio Camões.

“Jornalista, professor e jogador compulsivo de xadrez, é conhecido no círculo literário por Conde de Silvenius. O único movimento que segue vem do seu interior e chama-se poesia que, sublinha, é grande literatura”, recorda a organização do evento.

O festival decorre entre quinta-feira e domingo no Mindelo (ilha de São Vicente) e regressa na segunda e terça-feira no Paul (ilha de Santo Antão).

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here