Três das cinco aeronaves usadas nos voos domésticos da companhia aérea angolana TAAG estão atualmente paradas, o que obrigou a empresa a alterar a sua programação diária.

Segundo um comunicado da TAAG, um dos aviões Boeing 737-700 foi retirado de linha por razões de manutenção periódica programada e outros dois “por situações técnicas inesperadas”.

“Por esta razão e com as devidas notificações aos nossos estimados passageiros, notam-se constantes mudanças nos horários dos voos, com o objetivo de honrar com os compromissos firmados”, adianta a TAAG.

As 12 rotas domésticas e regionais servidas pela transportadora são operadas por cinco Boeing 737-700.

Contactada pela Lusa, fonte da companhia disse esperar “minimizar a situação no decurso das próximas 24 horas”.

Publicidade