A parceria estratégica da Europa com África e a neutralidade carbónica vão estar entre as prioridades do novo ciclo da União Europeia (UE) até 2024, anunciou hoje o Governo português, que pediu a inclusão destes objetivos estratégicos.

“O Conselho de hoje vai dedicar-se, sobretudo, à definição da agenda estratégica para os próximos cinco anos e queria congratular-me porque os planos para os quais Portugal insistiu na sua inclusão — a parceria estratégica com África, a fixação de objetivos muito claros de atingirmos a neutralidade carbónica em 2050 e o reforço da convergência — […] ficaram definidos nesta agenda estratégica”, declarou o chefe de Governo, António Costa, em Bruxelas.

Falando à entrada do Conselho Europeu que servirá para escolher a nova liderança da UE, o primeiro-ministro português vincou que estas metas representam “um reforço significativo daquilo que devem ser as prioridades políticas”.

Publicidade