Durante o encontro com o governador provincial do Cunene Virgílio Tyova, os parlamentares foram informados de que 880.172 pessoas nas zonas mais afetadas pela seca beneficiam de água potável e bens alimentares diversos.

Em declarações à imprensa à saída do encontro, o presidente do Grupo Parlamentar da UNITA, Adalberto Costa Júnior, aconselhou a antecipação das soluções para evitar danos que provavelmente podem acontecer.

O deputado disse ser necessário que se tenha maior cuidado agora na proteção das populações nas suas áreas tradicionais, por via de soluções concretas e douradora a serem implementadas pelo Governo Central para atenuar as consequências da seca.

A província conta com 20 camiões para atender as vítimas da seca, 400 reservatórios em vários pontos para facilitar a distribuição de água à população, e está em curso a reabilitação de 171 furos, uma média 28 por cada município.

Para o efeito, Virgílio Tyova lembrou que o Executivo angolano disponibilizou 3.9 mil milhões de kwanzas para a aquisição de bens diversos.

A província do Cunene vive, desde o mês de Outubro de 2018, uma acentuada crise, com 880.172 pessoas e um milhão de cabeças de gado afetados pela seca, que já causou a morte de 30 mil cabeças, no gado bovino, caprino e suíno.

Publicidade