De acordo com o calendário eleitoral, a que a Lusa teve acesso, as candidaturas a presidente do MpD podem ser apresentadas no Gabinete de Apoio ao Processo Eleitoral (GAPE) entre o quadragésimo e o trigésimo dias anteriores à data da eleição.

Ou seja, as candidaturas terão de ser apresentadas entre 02 e 09 de janeiro de 2020.

O partido no poder em Cabo Verde é liderado por Ulisses Correia e Silva, que foi reeleito para um segundo mandado em janeiro de 2017, e é também o primeiro-ministro de Cabo Verde, desde 2016.

Até agora não houve nenhuma manifestação de interesse de algum militante para ir a votos, em princípio com o atual líder do partido, que deverá apresentar-se para mais um mandato à frente do partido no poder.

Já a XII Convenção Nacional do MpD vai ser realizada nos dias 06 e 07 de março de 2020, segundo o calendário eleitoral aprovado na reunião da direção nacional do partido.

Além de um regulamento eleitoral especial, a direção nacional do MpD criou um código de ética para a eleição interna no partido, para que a eleição aconteça com “princípios da ampla democracia, da transparência, do respeito, da disciplina e da lealdade”.

Publicidade