Em desafio, também de abertura da segunda volta do Girabola, que decorreu no estádio 11 de Novembro, em Luanda, os “petrolíferos” não conseguiram transpor a sólida cortina defensiva do Williet, que mostrou consistência na abordagem do jogo.

No final do jogo, o treinador do Petro de Luanda, vice-campeão das últimas quatro temporadas, Tony Cozano, felicitou o adversário, argumentando que a sua equipa “pagou caro” porque “não entrou bem no jogo”.

Já Agostinho Tramagal, treinador da equipa “benguelense”, disse que o empate “tem sabor de vitória”, referindo que a sua jovem equipa “tem potencialidade”.

Também hoje, o Interclube, treinado pelo português Ivo Campos, venceu por 2-0 o Sagrada Esperança da Lunda Norte, leste de Angola.

No duelo de campeões, Paty e Jared garantiram a vitória do Interclube, que soma agora 23 pontos na sétima posição da tabela classificativa.

E o Bravos do Maquis recebeu e venceu, no Moxico, o Desportivo da Huíla por 2-1.

Domingo, para o encerramento da jornada, estão agendados quatro jogos, com destaque para o 1.º de Agosto, tetracampeão e segundo classificado com 37 pontos, que defronta o Progresso do Sambizanga e em caso de vitória assume a liderança da competição.

A Académica do Lobito, terceiro classificado com 28 pontos, folga nesta jornada devido à desclassificação e suspensão, por três anos, do 1.º de Maio de Benguela, por averbar duas faltas de comparência na prova.

Publicidade