O presidente da Assembleia da República portuguesa e os primeiro-ministros da Austrália e da Guiné Bissau lideram as respetivas delegações nas comemorações do 20.º aniversário do referendo timorense agendadas para a próxima semana.

Eduardo Ferro Rodrigues representará o Presidente da República nas comemorações de 30 de agosto, onde estará também o ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, em representação do primeiro-ministro.

Os dois são esperados em Díli no dia 29, participando no dia seguinte nos eventos oficiais do 20.º aniversário e, depois, na entrega de condecorações do Presidente da República português a três funcionários da ONU ligados a Timor-Leste: Ian Martin, Francesc Vendrell e Tamrat Samuel.

De Portugal, entre outras, estão previstas as chegadas dos embaixadores António Monteiro e Fernando Neves, da eurodeputada Ana Gomes, do padre Vitor Melícias, de Duarte Pio e de Luis Represas.

No caso da Austrália, a delegação, liderada pelo primeiro-ministro Scott Morrison integra ainda, entre outros, a ministra dos Negócios Estrangeiros, Marisa Payne, esperada em Díli a 29 de agosto.

Morrison, que chega na manhã do dia 30 de agosto, representará a Austrália na cerimónia com o primeiro-ministro timorense, Taur Matan Ruak, de troca de notas que marca a entrada em vigor do tratado de fronteiras marítimas permanentes entre os dois países.

Já confirmada está igualmente a presença em Timor-Leste do primeiro-ministro da Guiné, Aristides Gomes e do presidente da Assembleia Nacional de Cabo Verde, Jorge Santos.

Entre os inicialmente previstos e que estarão ausentes, destaque para o Presidente indonésio, Joko Widodo, por motivos de agenda, que se fará representar pelo ministro das Obras Públicas.

Delegações de vários outros países estarão igualmente em Timor-Leste, não tendo ainda sido divulgada a lista final completa das visitas, que estão a encher os principais hotéis da cidade.

Os preparativos envolvem uma ampla e complexa logística como a preparação de almoços e jantares oficiais, a sessão solene no Parlamento Nacional e a cerimónia oficial que decorre no recinto de Tasi Tolo, na zona oeste da cidade.

Além dos eventos oficiais, decorrem vários eventos paralelos de cariz político, mas também cultural e desportivo, com ex-funcionários da ONU, jornalistas de vários países e pessoas ligadas a Timor-Leste a chegarem ao país.

Os serviços de protocolo têm uma longa lista de chegadas previstas já a partir deste fim de semana e até ao próprio dia 30 que deverão condicionar a circulação em várias zonas da cidade.

Publicidade