Na decisão, tomada pelo conselho universitário daquela instituição de ensino superior em reunião ordinária de 19 de julho, é justificada a atribuição do título com a “contribuição política” dada por Jorge Carlos Fonseca.

“Uma distinção que muito me honra e privilegia, bem assim, creio, o meu país”, escreveu, entretanto, o chefe de Estado cabo-verdiano na sua conta oficial na rede social Facebook, a propósito da condecoração anunciada.

Publicidade