O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, disse hoje ser necessário dar um novo impulso ao processo de reintegração de ex-guerrilheiros da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) dado que há potenciais doadores financeiros para o processo que estão “impacientes”.

“Temos de falar rapidamente com a Renamo porque há impaciência dos que querem apoiar para poderem libertar os valores e apoiarem a reintegração”, referiu aos jornalistas em Londres, após a cimeira Reino Unido – África, em declarações transmitidas pela Televisão de Moçambique (TVM).

Dos contactos que tem mantido, incluindo à margem da cimeira realizada na segunda-feira, indica que “quase toda a gente” tem interesse em apoiar o processo de desmilitarização, desarmamento e reintegração (DDR) na sociedade.

Publicidade