O que este projeto tem de diferente?
Ele conta com uma praça de mil m² com paisagismo de Luiz Carlos Orsini e um supermercado no térreo. Ambos podem ser acessados por toda a comunidade. Mas o grande destaque é a imensa estrutura-móbile de 60 m de altura que simula pétalas, de autoria dos consagrados designers Fernando e Humberto Campana.

Qual o conceito por trás de levar arte à fachada?
Decidimos incluir uma escultura no meio do prédio, que pudesse ser vista pelos moradores ou por quem passa pela rua. Porque, para nós, arquitetura também é arte. A última pétala foi posicionada fora do edifício, para que os visitantes possam se aproximar.

Qual a importância de um projeto semipúblico?
É uma maneira de conquistar um ambiente mais convidativo e menos opressor. A movimentação de pessoas deixa o local mais seguro e receptivo.

Publicidade