“No ano em que se celebram os setenta anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, conclamo todos os Estados membros da CPLP a tudo fazerem para que os ideais de Liberdade, justiça, paz e solidariedade, que enformam a declaração, sejam cada vez mais realidades palpáveis no quotidiano dos nossos países”, disse Jorge Carlos Fonseca, também Presidente de Cabo Verde, no discurso proferido na cerimónia de tomada de posse do novo secretário executivo da organização, Francisco Ribeiro Telles.

À margem da cerimónia, em declarações aos jornalistas, Jorge Carlos Fonseca explicou que no seu discurso se referiu à questão dos direitos humanos por dois motivos.

Publicidade