O presidente da Reserva Federal norte-americana (Fed), Jerome Powell, disse esta quarta-feira no Congresso que o projeto de criptomoeda do Facebook, a Libra, suscita “grandes preocupações” relativas a proteção de dados e estabilidade financeira.

Em palavras aos congressistas, em Washington, na apresentação do relatório semestral do banco central norte-americano, Jerome Powell considerou que a Libra suscita “grandes preocupações” em termos de “respeito pelas informações pessoais, da proteção dos consumidores e da estabilidade financeira”.

Interrogado numa comissão do Congresso, o líder da Reserva Federal acrescentou que o processo de avaliação das preocupações geradas pelo projeto da empresa de Mark Zuckerberg “deve ser paciente e minucioso, e não um ‘sprint'”.

Essa moeda poderia ser “largamente adotada”, dados os dois mil milhões de utilizadores do Facebook, assinalou Jerome Powell.

Em consequência, “em caso de problemas associados ao branqueamento de capitais (…), estes devem rapidamente tornar-se muito importantes dada a dimensão da rede social”, relevou.

O projeto Libra “não pode avançar” antes das questões associadas ao risco de branqueamento de capitais serem examinadas prontamente, prosseguiu o presidente da Fed.

Com a criação da sua criptomoeda, anunciada em junho, o Facebook pretende revolucionar o sistema financeiro mundial, o que causa inquietação a alguns Estados.

A Libra pretende oferecer em 2020 um novo modo de pagamento fora dos circuitos bancários tradicionais, sem a barreira do câmbio entre as diferentes moedas.

Publicidade