O Presidente são-tomense, Evaristo Carvalho acaba de nomear três novos assessores para o seu gabinete presidencial, designadamente, Urbino Botelho,  para Relações Internacionais, Elísio Teixeira, assessor Jurídico e Américo Ramos, o novo assessor Economico e Financeiro de acordo com um decreto presidencial tornado pública esta tarde no arquipélago.

Além dos três novos assessores, o chefe de Estado são-tomense nomeou ainda Arlindo Pereira Bragança Gomes para chefe da Casa Civil e Armindo Pinho da Fonseca e Silva Rodrigues para chefe da casa militar do Presidente da República de acordo o decreto presidencial lido pela porta-voz da presidência, Hélia Fernandes.

O novo assessor presidencial para Relações Internacional, Urbino Botelho exerceu há pouco menos de três meses as funções de ministro dos Negócios Estrangeiros tal como o assessor Económico e Financeiro, Amério Ramos que foi ministro das Finanças enquanto o assessor jurídico Elísio Teixeira tinha exercido em 2010 o cargo de ministro da Justiça, todos da então governação sustentada pelo partido ADI, agora na oposição.

O decreto presidencial de hoje faz ainda referencia a transferência do cargo para os outros membros da presidência face a decisão tomada no dia 01 fevereiro quando o Presidente da Republica havia extinguido a estrutura organizativa e quadro de pessoal do seu gabinete, prometendo na altura novas nomeações e posses.

No decreto de 01 de fevereiro o Presidente da República havia anunciado uma nova estrutura dos órgãos e serviços da presidência da República, composta por casa civil, casa militar, secretaria-geral e um conselho de administrativo bem como as respetivas atribuições e competências.

Publicidade