A proposta do orçamento para o Ministério da Construção angolano em 2020 é de 163,3 mil milhões de kwanzas (300,6 milhões de euros) e quase 94% destina-se ao Programa de Investimento Público (PIP), foi hoje anunciado.

“Dada a restrição orçamental que se impõe, o setor optará pela conclusão dos projetos estruturantes que consideramos de prioridade máxima, nomeadamente as Estradas Nacionais (EN) 100, 180, 225, 221 e a EN280”, afirmou hoje o ministro da Construção e Obras Públicas de Angola, Manuel Tavares de Almeida.

Falando hoje na abertura do segundo conselho consultivo do órgão ministerial, o governante adiantou que decorrem trabalhos para captar recursos financeiros para o início de trabalhos em outros eixos estruturantes para a economia angolana.

Publicidade