O candidato e presidente do PSD, Rui Rio, foi hoje reeleito com 53,02% dos votos, derrotando o ex-líder parlamentar Luís Montenegro, que teve 46,98%, anunciou o conselho de jurisdição nacional do partido.

O anúncio foi feito pelo presidente do conselho de jurisdição, Nunes Liberato, na sede nacional dos sociais-democratas, em Lisboa, cerca das 23:20.

Os resultados provisórios indicam que Rui Rio obteve 16.420 votos (53,02%) e Luís Montenegro 14.547 (46,98%).

Podiam votar um total de 40.628 militantes, tendo exercido o seu direito 31.295. Registaram-se 199 votos em brancos e 129 nulos.

O órgão de jurisdição do PSD declarou que a eleição de hoje decorreu “com toda a normalidade e muito poucos incidentes”.

Apesar de não estar fechada contagem, dado que faltam apurar cerca de 40 secções, Nuno Liberato garantiu que “são resultados que não tem influência global no resultado final”.

Assim, o presidente do conselho de jurisdição declarou “eleito presidente da comissão política nacional o militante Rui Rio”.

Nunes Liberato explicou que, em alguns casos, se registou um atraso na entrega, à sede nacional, por parte dessas cerca de 40 secçõs, excluindo as da Madeira, onde não houve votação.

Não têm influência nos resultados finais”, repetiu.

Rui Rio foi hoje reeleito presidente do PSD, tendo vencido o ex-líder parlamentar Luís Montenegro na segunda volta das eleições diretas.

Na primeira volta, Rio já tinha sido o candidato mais votado – que se realizou há uma semana – com 49,02% dos votos expressos, enquanto o antigo líder parlamentar social-democrata conseguiu 41,42%. Miguel Pinto Luz, o terceiro candidato, obteve 9,55% (3.030 votos) e ficou fora da segunda volta.PUB

Miguel Pinto Luz, que ficou para trás na primeira volta das diretas, deu os parabéns a Rui Rio no Facebook. 

O PSD precisa, depois deste período de disputa interna, de voltar a ser uma opção credível e a verdadeira alternativa ao actual Governo”, realçou.

O atual presidente do PSD foi o candidato mais votado na primeira volta das diretas – que se realizou há uma semana – com 49,02% dos votos expressos, enquanto o antigo líder parlamentar social-democrata conseguiu 41,42%. Miguel Pinto Luz, o terceiro candidato mais votado, obteve 9,55% (3.030 votos) e ficou fora da segunda volta.

Publicidade