Hexacampeão guineense, Quedutar Ialá, de 21 anos, natural em Nhacra, no centro da Guiné-Bissau, assinou um contrato com a equipa espanhola a troco de 10.000 euros para competir no campeonato de sub-23.

O presidente da Federação Guineense do Ciclismo não escondeu a felicidade pelo facto de Ialá, “um grande ciclista”, ter sido contratado por uma equipa europeia.

Antes de começar a pedalar em Espanha, Quedutar Ialá vai treinar num centro de alto rendimento em Portugal, avançou Sabino Nhassé.

Publicidade