As remessas dos emigrantes subiram 9,6% em outubro, para 302,5 milhões de euros, enquanto as verbas que os imigrantes em Portugal enviaram para os seus países subiram 5,5%, para 46,3 milhões.

De acordo com os dados divulgados esta quarta-feira pelo Banco de Portugal, as remessas dos emigrantes portugueses passaram de 276 milhões de euros, em outubro do ano passado, para 302,5 milhões em outubro deste ano, o que revela uma subida de 9,64%.

Em sentido inverso, os estrangeiros a trabalhar em Portugal enviaram para os seus países 46,31 milhões de euros, o que equivale a uma subida de 5,56% face aos 43,87 milhões enviados em outubro do ano passado.

Os emigrantes no Reino Unido, o principal destino da emigração portuguesa, enviaram em outubro para Portugal 31,59 milhões de euros, o que representa uma subida de quase 30% face a outubro do ano passado, mês em que enviaram para Portugal 24,4 milhões de euros.

Os emigrantes a trabalhar nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) enviaram 20,45 milhões de euros, o que representa uma ligeira subida de 1% face aos 20,24 milhões enviados em outubro do ano passado.

Publicidade