O ritmo de crescimento económico acelerou no quarto trimestre 2019, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE), indicando que foi o valor mais alto dos últimos sete trimestres consecutivos.

De acordo com os resultados dos Inquéritos de Conjuntura aos Agentes Económicos divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a conjuntura económica foi favorável, com uma evolução positiva face ao trimestre homólogo.

Quanto ao sector do turismo, o inquérito aponta que no quarto trimestre 2019, o indicador de confiança inverteu a tendência descendente do último trimestre, situando acima da média da série, a conjuntura no sector é favorável.

Este quatro, segundo o INE, levou os empresários a apontar a insuficiência da procura como sendo o principal obstáculo do sector no quarto trimestre de 2019.

No que se refere à construção, avança que o indicador de confiança manteve a tendência ascendente dos últimos trimestres, registando o valor mais alto dos últimos 45 trimestres consecutivos.

Os empresários apontaram a insuficiência da procura e as dificuldades na obtenção de crédito bancário como sendo os principais constrangimentos do sector no quarto trimestre 2019.

No sector do Comércio em Feira, o INE atesta que o indicador de confiança inverteu a tendência ascendente dos últimos trimestres, salvaguardando, no entanto, que a conjuntura no sector é favorável, uma vez que se situa acima da média da série

O documento aponta ainda que a conjuntura do sector do Transporte e Serviços Auxiliares aos Transportes evoluiu positivamente face ao trimestre homólogo, situando acima da média da série, sendo que por isso a conjuntura no sector é favorável.

De acordo com os empresários, a concorrência e as dificuldades financeiras foram os principais constrangimentos do sector no decorrer do quarto trimestre 2019.

No entanto, conforme a mesma fonte, no que se refere à Indústria Transformadora o indicador manteve no mesmo nível face ao trimestre anterior, tendo evoluído negativamente face ao trimestre homólogo.

Quanto ao sector do Turismo Residencial no quarto trimestre de 2019, o indicador de confiança manteve a tendência descendente do último trimestre, evoluindo negativamente face ao trimestre homólogo, sendo que a conjuntura no sector foi desfavorável.

Publicidade