Escritor moçambicano Rudêncio Morais (ou Falso Poeta) lança a sua segunda obra literária. A cerimónia de apresentação de “Suturas do amor” aconteceu no dia 26 de Setembro, nos Jardins Paloma, na cidade da Matola.

Para apresentação do livro na cerimónia de lançamento esteve Aurélio Ginja, igualmente autor do prefácio neste livro poético de Rudêncio Morais. Além de Ginja, não faltou a performance de Negro e Malenda, na declamação, e de Sannon, Mabote, Júlia e Karen, na música.

“Suturas do amor” é um livro sobre o afeto e experimentações intimistas. Nesta obra literária, o autor procura ativar nos sujeitos poéticos toda uma atmosfera que lhes aproxima a uma entidade ideal.

Rudêncio Morais nasceu no distrito de Gurué, na província da Zambézia, em 1987. Viveu em Quelimane. É licenciado em Geologia pela Universidade Eduardo Mondlane, e mestrado em Engenharia Geológica e de Minas, pela Universidade de Coimbra (Portugal). O autor é apaixonado pelas letras e os seus interesses abrangem a filosofia e a poesia, os quais expressa através da escrita, explorando as várias esferas da vida. O seu livro de estreia é intitulado “Dialetos do amor”.

Publicidade