O CD, com 14 faixas, cantadas nas línguas fiote, kikongo e português, em que sobressaem temas como “Rei da Glória”, “Kulu”, “Onde Estás Senhor” e “O Senhor Reina”, é a materialização de um sonho. 

Apesar de reconhecer o actual crescimento do mercado gospel angolano, Suzana Tati preferiu apostar neste estilo, por ser fácil “tocar no coração dos ouvintes, devido ao teor das mensagens.” A música gospel feita em Angola, adiantou, está a registar uma evolução rítmica e de qualidade nas melodias, fruto da valorização da sociedade. “Agora, é preciso manter, cada vez mais, o processo de divulgação do evangelho próximo das comunidades.

Natural de Cabinda, Suzana Tati está em Luanda a trabalhar com alguns estúdios para finalizar a masterização das músicas e produzir o primeiro videoclipe do CD.

Publicidade