O comunicado do Governo, lido pelo porta-voz, Adelino Lucas, anuncia “para breve” a deslocação a São Tomé do ministro das Relações Exteriores de Angola, Manuel Domingos Augusto, numa vista durante a qual “se prevê a assinatura de vários documentos de reforço de cooperação, entre eles o que facilitará a entrada de são-tomenses em Angola sem vistos nos passaportes diplomáticos, de serviço ou mesmo ordinários”.

Adelino Lucas referiu ainda que o Governo da Nigéria “manifestou o interesse” em “retomar todo o processo de cooperação bilateral” com São Tomé e Príncipe, particularmente relativo as comissões ministeriais de exploração de petróleo na zona conjunta entre os dois países.

Um processo que, na opinião do executivo de Jorge Bom Jesus, “conheceu uma grande desaceleração nos últimos tempos”.

Publicidade