A promoção foi lançada esta semana pela Direção dos Serviços de Turismo (DST) de Macau e, entre várias atividades, prevê a realização de demonstrações culinárias de ‘chefs’ macaenses e uma rulote com comida do território.

Minchi e porco bafassá são dois dos pratos em destaque na BTL, uma forma de divulgar a cultura gastronómica de cruzamento entre o oriente e o ocidente, bem como a designação de Macau como Cidade Criativa da UNESCO em gastronomia, pode ler-se no comunicado.

O território está em destaque na BTL, como Destino Internacional Convidado, no ano em que se celebra o 20.º aniversário do estabelecimento da Região Administrativa Especial de Macau.

Na sexta-feira, no Porto, após a inauguração de uma exposição com desenhos de atrações e ambientes de ruas de Macau, o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura do Governo de Macau, Alexis Tam, sublinhou a amizade e o potencial para serem criadas novas dinâmicas nas relações entre as duas cidades.

“Com o turismo a ocupar um lugar central em Macau e no Porto, há todo um oceano de oportunidades que as nossas cidades geminadas podem explorar nas diversas ramificações da indústria turística, incluindo ao nível da cultura e de eventos como o Arte Macau, mas também do património, da gastronomia ou formação turística”, defendeu.

Macau, que esteve mais de 400 anos sob administração portuguesa, passou a ser uma Região Administrativa Especial da China a 20 de dezembro de 1999, com um elevado grau de autonomia acordado durante um período de 50 anos.

Publicidade