A sétima edição da Gala do Desporto Cabo-Verdiano, marcada para o dia 9 de Novembro, na Praça do Liceu velho, em São Vicente, terá 16 categorias para premiar atletas e profissionais ligados ao desporto em Cabo Verde e na diáspora.

Em conferência de imprensa hoje no Mindelo, a responsável da Organizadora da Gala do Desporto Cabo-verdiano, Ivanilda Reis, avançou que das 16 categorias a homenagear constam o jornalismo desportivo, o órgão de comunicação social, o jovem promessa, a atleta feminina residente e a atleta feminina na diáspora.

Também vão distinguir o atleta masculino residente e o atleta masculino na diáspora, o atleta fair play, a equipa ou coletivo, o treinador, o árbitro ou oficiais de arbitragem, o dirigente, a instituição parceira, personalidade do ano, o mérito desportivo alto prestígio e o prémio carreira.

As nomeações dos concorrentes, segundo a mesma fonte, serão feitas pelas federações desportivas e a votação decorrerá em dois polos, sendo que 70 por cento (%) da responsabilidade é do júri da gala e 40 % do público.

A programação cultural estará a cargo da Câmara Municipal de São Vicente. Serão realizadas ainda atividades em comemoração do Dia do Desporto Cabo-verdiano, celebrado no segundo domingo do mês de Novembro, e ainda o Conselho Nacional do Desporto, uma conferência de alto nível do desporto, uma edição de “Rua Activa” , uma feira do desporto e um torneio com várias modalidades desportivas.

Segundo o diretor-geral do Desporto, Anildo Santos, é propósito do Governo descentralizar anualmente a gala do desporto que já passou por diversas regiões desportivas da ilha, “com um sucesso estrondoso.”

Considerou que “em São Vicente não será diferente” porque se trata de uma “ilha com dinâmica desportiva”, que tem dado “grande contributo” nacional e tem sido o “veículo formador de grandes homens do país, através do desporto.”

Para o vereador do Desporto da Câmara Municipal de São Vicente, Anildo de Jesus, a escolha da ilha para acolher a gala do desporto 2019 “não poderia ser mais feliz”, porque é o ano em que está a decorrer as comemorações do centenário do Mindelense, uma equipa com “uma história fabulosa” no panorama nacional.

Ainda na mesma ocasião, o diretor-geral do Desporto assinou um protocolo com a CV Móvel. Conforme a representante da CV Móvel, Isa Neves, a empresa abraçou este projeto porque é “um dos pilares essenciais” da sua política de responsabilidade social.

Publicidade