O sexto satélite desenvolvido de forma conjunta por Brasil e China foi lançado da base de Taiyuan, no norte do país asiático, ao espaço nesta sexta-feira, informou a imprensa chinesa. Montado no Brasil, o Cbers-4A foi levado pelo foguete chinês Longa Marcha-4B e substituirá o Cbers-4, lançado em 2014, para melhorar a resolução dos sensores de dados remotos, segundo a Administração Nacional do Espaço da China (CNSA).

Publicidade