As vítimas são dois idosos e um menino de oito anos. Todos estavam no interior das residências quando se deu os incêndios.

Em Laranjeira, testemunhos garantem que “os bombeiros não chegaram a tempo de poder salvar as vítimas” devido à intensidade das chamas.

A emissora publica do país (Radio Nacional) disse que em Oque-De-Rei “os moradores receberam os agentes dos serviços de bombeiros à pedrada”, forçando-os a sair do local sem proceder a extinção do incêndio.

“O que é que eles foram lá fazer? Chegaram demasiado tarde”, criticou Albertina Neves, uma moradora da localidade.

Não se conhece ainda as causas destes dois incêndios que ocorreram nas primeiras horas desta sexta-feira.

Com estas três vítimas mortais, sobe para quatro o numero de pessoas que morreram em incêndios nos últimos nos últimos três meses em São Tomé e Príncipe.

Publicidade